Costumes das mulheres entre os tajiques: Adivinhação

Descrição

Esta fotografia, de mulheres Tajik lendo a sorte (vorozhba, em Russo; fal'bin, nos idiomas da Ásia Central), é do Álbum do Turquestão,, uma das mais ricas fontes de informação visual sobre os monumentos culturais da Ásia Central, tais como eram vistos no século XIX. . A edição em múltiplos volumes foi produzida em 1871-72 sob o patrocínio de Konstantin P. von Kaufman, um general do exército Russo e o primeiro governador-geral do Turquestão, como eram então chamadas as possessões do Império Russo na Ásia Central. Kaufman ocupou esse cargo de 1867 até 1886, período durante o qual ele desempenhou o papel principal no estabelecimento da posição dominante da Rússia na Ásia Central. Às forças conquistadoras seguiram-se administradores e empresários, assim como acadêmicos interessados em documentar o patrimônio cultural da região. Os Tajiks, muitos dos quais vieram para o Império Russo após a conquista do Khanato de Kokand,  estão relacionados ao povo iraniano tanto pela cultura como pelo idioma. Estas três advinhas, em trajes ricamente estampados e adereços nas cabeças, estão sentadas em um tapete no pátio de uma estrutura de alvenaria caiada com uma coluna de madeira entalhada. Duas das mulheres olham atentamente para os instrumentos de adivinhação (uma tigela de água, uma faca e uma vela), enquanto a terceira segura um tamborim (dayereh) para acompanhar as magias.

Última Atualização: 29 de setembro de 2014