Rituais de casamento dos tajiques. Chimilig

Descrição

Esta fotografia, de um ritual de casamento em Tajik, é do Álbum do Turquestão, uma das mais ricas fontes de informação visual sobre os monumentos culturais da Ásia Central, tais como eram vistos no século XIX. A edição em múltiplos volumes foi produzida em 1871-72 sob o patrocínio de Konstantin P. von Kaufman, um general do exército Russo e o primeiro governador-geral do Turquestão, como eram então chamadas as possessões do Império Russo na Ásia Central. Kaufman ocupou esse cargo de 1867 até 1886, período durante o qual ele desempenhou o papel principal no estabelecimento da posição dominante da Rússia na Ásia Central. Às forças conquistadoras seguiram-se administradores e empresários, assim como acadêmicos interessados em documentar o patrimônio cultural da região. O Tajiks, muitos dos quais vieram para o Império Russo após a conquista do Khanato de Kokand,  estão relacionados ao povo iraniano tanto pela cultura como pelo idioma. Eles são conhecidos pelos rituais de casamento elaborados, que podem durar uma semana inteira. A noiva, nesta fotografia, está quase que completamente coberta, com uma pequena abertura no véu, para a testa e os olhos. Os parentes da noiva oferecem uma cerimônia de libação para o noivo. As mulheres presentes à cerimônia vestem capas com estampas coloridas. À esquerda está o detalhe de uma coluna entalhada em madeira, característica da arquitetura da região.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016