A História da Pérsia

Descrição

O Capitão John Stevens (falecido em 1726), que publicou este livro em 1715, foi um tradutor prolífico e um embelezador das obras de história e geografia em espanhol e português. Em seu prefácio, Stevens explicou: "A Pérsia é, neste momento, e tem sido por várias eras, uma das grandes monarquias orientais, e no entanto, os Relatos que temos dela em inglês, não passam de fragmentos.'' O livro é uma tradução de uma obra em espanhol publicada em 1610 por Pedro Teixeira (erroneamente identificado por Stevens como Antonio), um viajante e escritor português sobre o qual pouco se sabe. Algum tempo após 1586, Teixeira viajou para a Goa portuguesa, atualmente Índia. De lá ele foi para a Pérsia, onde aprendeu e dominou a língua persa e adquiriu livros e manuscritos sobre a história do país. O livro de Teixeira era composto por uma síntese e a tradução do Tārīkh-i rawz at al-ṣafā (História dos reis da Pérsia) por Mir Khvānd, Muhammad ibn Khāvandshāh (1433-98), uma tradução resumida de uma crônica persa dos reis de Hurmuz, e um relato de sua própria viagem da Índia para Itália, no período de 1600-01. A obra de Stevens continha muitos erros e imprecisões, mas exerceu um papel importante no sentido de tornar a Pérsia mais conhecida  para os leitores europeus, e particularmente os ingleses, do século XVIII.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016