Viagens do Samoa

Descrição

Otto Finsch (1839-1917) foi um ornitólogo e etnógrafo alemão que esteve envolvido no estabelecimento da Terra de Guilherme II, um protetorado alemão localizado na parte nordeste da atual Papua-Nova Guiné. Finsch trabalhou como curador do Museu de História Natural e Etnografia, em Bremen. Ele recebeu um doutorado honorário por seu trabalho ornitológico pela Universidade de Bonn em 1868, e tornou-se diretor do Museu de Bremen, em 1876. Depois de uma expedição inicial para o Pacífico, em 1879-82, ele retornou à Alemanha e se tornou um membro da "South Sea Plotters" (Plotadores do Mar do Sul), um grupo de mercadores, banqueiros e estudiosos empenhados em estabelecer colônias alemãs no Pacífico. Em 1884-85, Finsch realizou explorações no navio a vapor alemão Samoa ao longo da costa nordeste da ilha de Nova Guiné. Ele também visitou a Nova Guiné Britânica, que ocupava a parte sudeste da ilha. A expedição de Finsch resultou na criação, em 1884, da Terra de Guilherme II como um protetorado alemão. Este livro, publicado em 1888, é o relato de Finsch sobre suas viagens. Inclui ilustrações baseadas em seus desenhos originais, mapas e descrições da geografia, povo e cultura da Nova Guiné. Com a eclosão, em 1914, da Primeira Guerra Mundial, tropas australianas ocuparam a Terra de Guilherme II e o protetorado alemão tornou-se um território da Liga das Nações sob administração australiana no fim da guerra.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Ferdinand Hirt & Sohn, Leipzig

Idioma

Título no Idioma Original

Samoafahrten

Tipo de Item

Descrição Física

390 páginas Ilustrações, mapas ; 28 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015