Integrantes do Povo Gaúcho, Argentina

Descrição

Esta fotografia de gaúchos trabalhando na Argentina é parte da Coleção de Frank e Frances Carpenter na Biblioteca do Congresso. Frank G. Carpenter (1855-1924) foi um escritor americano de livros sobre viagens e geografia mundial cujas obras ajudaram a popularizar a antropologia cultural e a geografia dos Estados Unidos nos primeiros anos do século XX. Composta de fotografias tiradas e reunidas por Carpenter e sua filha Frances (1890-1972) para ilustrar seus escritos, a coleção inclui um número estimado em 16.800 fotografias e 7.000 negativos em vidro e filme. No livro América do Sul, seus aspectos sociais, industriais e políticos (1900), de Carpenter, o autor forneceu as seguintes descrições sobre o gaúcho, seus hábitos e vestimentas: “O gaúcho não trabalha nas cidades; ele não cultiva, nem gosta de cuidar de ovelhas, mas ele se sente à vontade sobre o dorso de um cavalo e está sempre pronto para cavalgar as planícies, para conduzir ou cuidar do gado. Ele é nômade, prefere fazer trabalhos temporários do que ter um trabalho fixo. É possível ver o gaúcho em qualquer lugar fora das cidades, onde quer que você o veja, ele terá a mesma aparência... Ele veste-se de forma curiosa, seus cabelos pretos estão geralmente cobertos por um gorro velho ou um chapéu achatado macio. Sobre a parte superior de seu corpo ele usa um tipo de manta, muitas vezes, listrada de cores brilhantes, que é vestida através de uma abertura central que passa pela cabeça. Outra manta é enrolada na cintura, puxada entre as pernas e presa na parte de trás. Debaixo da manta inferior saem ceroulas brancas, que normalmente terminam com um cordão e vão até os tornozelos, enquanto que sapatilhas vermelhas ou azuis vibrantes cobrem seus pés. Ele geralmente usa um cinto de camurça, que pode ser decorado com fivelas e adornos de prata.”

Última Atualização: 5 de abril de 2016