Túmulo de Brandt em Lagoa Santa

Descrição

A Coleção Thereza Christina Maria é composta por 21.742 fotografias, reunidas pelo Imperador Pedro II ao longo de sua vida e por ele doadas à Biblioteca Nacional do Brasil. A coleção abrange uma ampla variedade de temas. Documenta as conquistas do Brasil e do povo brasileiro no século XIX, e também inclui muitas fotografias da Europa, África e da América do Norte. Em 1868, o fotógrafo Augusto Riedel acompanhou Luis Augusto, Duque de Saxe, genro do Imperador Pedro II, em uma expedição ao interior do Brasil. Durante a expedição, o grupo visitou Peter Wilhelm Lund (1801-80) em sua casa, em Lagoa Santa. Lá eles viram o túmulo de Peter Andreas Brandt (1791-1862), um artista norueguês que trabalhou por muitos anos com Lund, como ilustrador do seu trabalho. Lund, um naturalista dinamarquês, passou a maior parte da sua vida no Brasil. Enquanto trabalhava no estado de Minas Gerais, ele descobriu os restos de animais da Idade do Gelo e primeiros exemplares da raça humana. Ao longo de sua carreira, ele escavou e identificou mais de 20.000 ossos de espécies extintas.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Lagoa Santa, Brazil

Título no Idioma Original

Jazigo de Brandt em Lagoa Santa

Tipo de Item

Descrição Física

1 fotografia : papel albume, preto e branco ; 22,3 x 28 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015