Quadríptico de Stein

Descrição

O Quadríptico de Stein foi provavelmente produzido em Bruges por volta de 1525 a 1530, possivelmente para o cardeal Alberto de Brandemburgo, e sua autoria é atribuída a Simon Bening e associados. Esta coleção de 64 miniaturas em pergaminho está organizada em papel e fixada em quatro painéis, formando um conjunto de 16 miniaturas por painel. A medida de cada miniatura é de 6,8 por 5,2 centímetros. O proprietário mais antigo conhecido da coleção, até 1886, foi Charles Stein, e o conjunto de miniaturas foi citado pela primeira vez na literatura acadêmica como Quadríptico de Stein. As miniaturas parecem ter sido desmontadas em algum momento e mais tarde organizadas nos quatro painéis fixados em molduras douradas do século XIX. O departamento de conservação do Museu de Arte Walters, não encontrou textos na parte de trás dessas miniaturas. No entanto, como era uma prática normal inserir fólios iluminados em livros de oração sul-neerlandeses sem texto adicional na parte de trás, a falta de evidências textuais não exclui a possibilidade de essas miniaturas terem sido parte de um livro de orações. Com base na análise visual formal e no uso da cor, no entanto, parece que essas 64 miniaturas foram produzidas para serem vistas em um conjunto. É possível que a sequência de imagens tenha servido de auxílio a suplicantes da época enquanto recitavam orações de um livro ou de memória em devoções privadas.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Bruges, na Bélgica

Idioma

Tipo de Item

Descrição Física

64 imagens em 4 fólios: pergaminho; miniaturas de 6,8 x 5,2 centímetros em painéis de 35,5 x 29 centímetros

Observações

  • Walters Ms. W.442A-D

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de abril de 2017