“Decretum” de Graciano

Descrição

Esta versão de luxo da obra Decretum de Graciano foi produzida por volta de 1280 a 1290, provavelmente em Hainaut (na atual Bélgica). A decoração vívida do manuscrito indica um gosto marcado pela narrativa, com 37 iniciais historiadas ao longo do texto. Esta glosa foi concluída por Bartolomeu de Brescia. À primeira vista, Paris seria o lugar mais provável de sua origem, uma vez que a cidade foi o principal centro de estudos do direito canônico. No entanto, este manuscrito específico apresenta características de escrita que apontam a abadia cisterciense de Cambron, em Hainaut, como seu local de origem. Além disso, o abade Baudouin de Bousso, que permaneceu na abadia de 1283 a 1293, estudou teologia na Universidade de Paris, e durante seu tempo em Cambron teria apoiado a produção de muitos manuscritos refinados. Na verdade, o catalisador desse esforço parece ter sido o Antifonário de Beaupré (W.759‒761), produzido em Cambron durante a década de 1280 e também presente nas coleções do Museu de Arte Walters. Características estilísticas dessa edição do Decretum (W.133) de Graciano parecem ter ligações com o Antifonário de Beaupré. Por exemplo, os monges cistercienses aparecem em três iluminações existentes ao longo de três dos volumes antifonários; esses monges são retratados com vestes marrons semelhantes às usadas por clérigos no Decretum. A dependência de exemplos cistercienses para características textuais e de design associa a obra à abadia cisterciense em Cambron. Porém, ainda há pontos a serem confirmados por meio de uma análise mais aprofundada da produção do escritório monástico em Cambron. Pouco se sabe sobre Graciano, um beneditino italiano ativo no século XII, criador da primeira compilação sistemática do direito canônico, conhecida como Decretum. Os principais elementos decorativos nesta versão são 37 iniciais historiadas, incluindo duas iniciais preenchidas, nos fólios 11 reto e 130 reto; iniciais ornadas para divisões de textos secundários em tinta vermelha e azul; iniciais menores para divisões de textos terciários em tinta azul e vermelha; drôleries nas margens ao longo da obra; rubricas em vermelho; e texto em tinta marrom-escura.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Hainaut, na Bélgica

Idioma

Título no Idioma Original

Decretum Gratiani

Tipo de Item

Descrição Física

344 fólios: pergaminho; 27,5 x 42 centímetros

Observações

  • Walters Ms. W.133

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 9 de junho de 2017