Atlas náutico do mundo, anverso do fólio 4, Magnus Sinus, e verso do fólio 4, Mar da China com as Molucas

Descrição

O mapa aqui apresentado pertence ao Atlas Miller, que integra as coleções da Biblioteca Nacional da França. Produzido em 1519 para o Rei Manuel I de Portugal pelos cartógrafos Pedro Reinel, seu filho Jorge Reinel, Lopo Homem e pelo miniaturista António de Holanda, o atlas contém oito mapas em seis folhas soltas, pintadas dos dois lados. Os mapas foram ricamente decorados e iluminados por Antônio de Holanda, um holandês que residiu em Portugal por quase dez anos. As ilustrações incluem imagens ornamentadas de castelos, vilas e maravilhas arquitetônicas, de vistas de florestas e outros tipos de vegetação, além de representações de povos nativos, animais e, como se pode ver, de um esplêndido grifo. Os contornos de algumas vilas e litorais são bastante detalhados. Para outras partes do mundo, das quais os europeus tinham ainda um conhecimento limitado, o cartógrafo usou sua imaginação ou se inspirou em ideias provenientes de Ptolomeu para registrar detalhes geográficos. Um dos lados do mapa (anverso do fólio 4 do atlas) mostra o Magnus Sinus (o Grande Golfo, o Golfo da Tailândia e o Mar da China Meridional). O outro lado (verso do fólio 4) apresenta, na metade direita do fólio, o Mar da China com as Molucas. A metade esquerda exibe apenas linhas de loxodromia. O atlas recebeu este nome em referência a Emmanuel Miller, que o adquiriu em 1855 de uma livraria em Santarém, Portugal. A viúva de Miller o vendeu à Biblioteca Nacional da França em 1897.

Data de Criação

Data do Assunto

Idioma

Tipo de Item

Descrição Física

2 mapas, 3 páginas, papel velino: ilustrações; 42 x 59 centímetros

Coleção

Referências

  1. Catherine Hofmann, Hélène Richard, Emmanuelle Vagnon, et al., The Golden Age of Maritime Maps: When Europe Discovered the World (Buffalo, NY: Firefly, 2013).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 29 de novembro de 2017