Miss Baba, a elefanta de circo

Descrição

Este pôster refere-se à exibição de uma elefanta chamada Miss Baba, realizada por Monsieur Marc Le Cerf. Embora nem data nem lugar sejam revelados, estima-se que o pôster seja de aproximadamente 1840. É provável que se trate de uma peça publicitária, conforme sugerido pela observação no rodapé, pois anuncia que “a elefanta pode ser deslocada a qualquer lugar mediante pagamento apropriado”. Este pôster é muito semelhante aos usados por outros exibidores da mesma época, já que relata uma lista dos truques que o animal faz. Miss Baba podia, entre outras façanhas, disparar uma arma com a própria tromba, bem como tocar trompete, flauta e acordeão. Em 1844, Miss Baba fazia parte das apresentações do Cirque Olympique, em Paris, que foram realizadas pela companhia de Luigi Guillaume. O nome Baba foi tão usado durante o século XVIII, que se tornou sinônimo de “elefante de circo”. Baba era, na realidade, o nome do elefante de Laurent Franconi, no Cirque Olympique, em Paris, e também de outra elefanta no circo de Kreuzburg, na Alemanha, que morreu de cólica abdominal, em 1857. O costume de exibir elefantes e outros animais exóticos começou no século XVIII; no entanto, os primeiros elefantes treinados foram exibidos apenas em 1812, pelos Franconis, no Cirque Olympique. Ao permitir que pessoas se aproximassem dos animais, o circo criou uma forma de entretenimento completamente nova, que atraía a atenção e que era frequentemente mencionada nos livros e crônicas da época.

Última Atualização: 1º de junho de 2017