Tristão e Isolda

Descrição

Este manuscrito, mantido hoje na Biblioteca Estatal da Baviera, é o manuscrito existente mais antigo do refinado épico inacabado Tristão e Isolda, escrito por volta de 1205 a 1215 por Gottfried von Strassburg, depois do antigo romance francês de Tristão. Anexada à obra está a continuação do poema de Ulrich von Türheim, transcrita durante sua vida pelo mesmo escriba que escreveu o manuscrito de Wolfram (Biblioteca Estatal da Baviera, Cgm 19). Ainda não se sabe ao certo se este escritório monástico, que parece ter se especializado em copiar manuscritos de épicos alemães, localizava-se em Estrasburgo, Basileia ou em alguma outra grande cidade do Reno Superior. Este manuscrito também é conhecido por ter estado na Baviera desde o final do século XIV e na biblioteca ducal em Munique desde 1582. Há duas colunas por página, com ilustrações em 15 folhas num total de 118 ilustrações encadernadas individualmente com cada assinatura. O estilo é essencialmente românico tardio, embora as figuras estejam relacionadas com as primeiras esculturas góticas no transepto da Catedral de Estrasburgo. A miniatura introdutória ilustra em duas tiras pictóricas as festividades de 1º de Maio na corte do rei Marcos. Acima, dançarinos e músicos aparecem ao ar livre entre as figuras sentadas de Rivalen e do rei Marcos. A imagem inferior retrata damas da corte na mesa festiva.

Última Atualização: 11 de agosto de 2017