Comentário sobre o Cânone da Medicina de Avicena, três volumes

Descrição

Esta cópia do comentário do professor e médico italiano Gentilis de Fulgineo (falecido em 1348) sobre o manual médico de Abu ‘Ali al-Husayn ibn ‘Abd Allah ibn Sina (de 980 a 1037), comumente conhecido como Avicena, foi impressa em Pádua, na Itália, mas iluminada na Alemanha. Seu primeiro proprietário foi Hartmann Schedel (de 1440 a 1514). Essa obra integrava o grande acervo de mais de 600 livros da biblioteca de Schedel e que passou a pertencer a Johann Jakob Fugger (de 1516 a 1575) em meados do século XVI, antes de ser repassado para a biblioteca da corte de Munique em 1571. Schedel permaneceu vários anos em Pádua estudando diversos assuntos, incluindo medicina, anatomia e cirurgia, de 1463 até sua graduação como médico em 1466. Após seu retorno à Alemanha, ele trabalhou como médico da rede pública em Nördlingen de 1470 a 1477, antes de se mudar para Amberg e, finalmente, retornar a Nurembergue em 1482. Foi em Nurembergue que Schedel contratou um ilustrador de livros desconhecido para fazer a decoração desta obra impressa. Na página de título (fólio 2, reto), os dois autores, Avicena e seu comentador, cujos nomes foram inscritos pelo próprio Schedel, são retratados vestindo roupas vermelhas magníficas e chapéus similares, sentados em um banco de madeira debaixo de um dossel com cortinas, parcialmente de frente um para o outro e engajados numa conversa erudita. Na parte inferior da página, um brasão duplo exibe a insígnia de Schedel (a cabeça de um mouro), juntamente com a insígnia de sua primeira esposa, Anna Heugel (duas enxadas de jardim cruzadas), com quem Schedel foi casado de 1475 até a sua morte, em 1485. Uma grande inicial ornamentada e uma margem folhada completam a decoração da página. Conforme mostrado por uma anotação manuscrita na cártula traseira (v ½ lb pro illigatura in singulis), Schedel encadernou seu livro por 5 libras e meia na oficina de Nurembergue identificada como Münzer-Meister. O uso assíduo do livro pelo humanista é comprovado não só por suas assinaturas nas folhas em branco (fólio 178 verso assinado e datado de 1480), mas principalmente pelos numerosos comentários inscritos, principalmente em blocos de texto triangulares nas margens das páginas.

Data do Assunto

Informação da Publicação

Pierre Maufer, Pádua

Idioma

Título no Idioma Original

Expositio super tertio Canonis Avicennae : [1-5]

Tipo de Item

Descrição Física

2 volumes; 29,62 x 43,71 centímetros

Observações

  • Código BSB: 2 Inc.c.a. 622-1,1, 2 Inc.c.a. 622-1,2
  • Essa descrição da obra foi escrita por Ulrike Bauer-Eberhardt da Biblioteca Estatal da Baviera.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 14 de abril de 2017