Quiromancia

Descrição

Conforme indicado pelo grande número de manuscritos relacionados à arte da leitura da mão, durante o período medieval esse assunto desfrutou de certa popularidade. Esta Quiromancia alemã, cujo autor continua sendo um tema de debate, esteve, no entanto, disponível principalmente em edições na forma de livro xilografado. Livros xilografados eram produzidos gravando o texto e as ilustrações no mesmo bloco de madeira, possibilitando imprimir ambos numa única operação. A edição em livro xilografado da obra Quiromancia que apresentamos aqui contém uma introdução e 44 placas que descrevem as mãos. As placas estão dispostas de modo que cada mão feminina no lado esquerdo (verso) do livro corresponda a uma mão masculina no lado direito (reto). As linhas e outras marcas das mãos são explicadas em curtas legendas em alemão incorporadas à ilustração correspondente. A técnica de impressão em xilogravura é especialmente adequada para reproduzir tais imagens. Uma característica incomum dessa edição são as capas de papel ornamentadas com xilogravuras criadas para imitar o estilo das encadernações góticas em couro para livros. Os blocos de madeira usados para realizar as impressões podiam ser armazenados durante longos períodos de tempo e reproduzidos de acordo com a demanda. No entanto, eles frequentemente sofriam alterações e correções entre as tiragens, de modo que as gravuras podiam conter variações. Foi o que aconteceu com esta cópia, que representa a última das quatro fases conhecidas na história da edição em livro xilogravado dessa obra. Enquanto as duas primeiras edições da Quiromancia foram publicadas sem números nas folhas e sem informações sobre o produtor, as edições xilográficas posteriores apresentavam assinaturas tipográficas e um colofão registrando o nome Jörg Schapf, um xilógrafo e encadernador de Augsburgo. Ainda não sabemos se Schapf, que possivelmente viveu em Augsburgo entre 1478 e 1517, também produziu as duas primeiras edições ou se havia comprado os blocos de madeira de outro impressor. Alguns estudiosos atribuem a autoria da obra a Johannes Hartlieb (de 1410 a 1468), médico da corte do duque Alberto III da Baviera e um respeitado conhecedor de bruxaria e leitura das mãos.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Jörg Schapf, Augsburg

Título no Idioma Original

Chiromantie

Tipo de Item

Descrição Física

56 páginas: ilustrações; 19,23 x 28,38 centímetros

Observações

  • Código BSB: Xylogr. 35
  • Essa descrição da obra foi escrita por Heike Riedel-Bierschwale da Biblioteca da Universidade de Eichstätt.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 14 de abril de 2017