Atlas náutico de Battista Agnese

Descrição

Battista Agnese (de 1514 a 1564) foi um geógrafo e cartógrafo magistral. Nascido em Gênova, trabalhou em Veneza de 1536 a 1564 e tornou-se uma das figuras mais importantes na cartografia renascentista. Pesquisadores divergem sobre o número total de atlas manuscritos criados por Agnese; ele produziu pelo menos 39 atlas portulanos, ou marítimos, dez deles assinados e datados. Todos se distinguem pela elegante caligrafia e são estimados por sua qualidade e beleza de alto nível. Nenhum dos atlas foi produzido para o uso a bordo do navio; serviram como presentes cerimoniais e como adornos para as bibliotecas dos abastados. Este atlas contém 20 páginas de mapas. Um ex libris heráldico da biblioteca da corte em Munique aparece na frente do livro, seguido por tabelas de declinação e pelo zodíaco. No mapa do mundo oval, os continentes aparecem em verde, com demarcações um tanto hipotéticas da América do Norte e do Sul. Querubins, ou cabeças de vento, que representam os clássicos 12 pontos cardeais de onde as direções modernas da bússola evoluíram, aparecem em volta do mapa. Outros mapas mostram os oceanos Pacífico, Atlântico e Índico, e os mares Báltico, Mediterrâneo e Negro. Uma característica de todos os atlas de Agnese é o registro das rotas de viagem no mapa do mundo. A impressão de Munique apresentada aqui mostra, em azul, a viagem de Magalhães pelos estreitos nomeados em sua homenagem de Lisboa até as Molucas, e a viagem de volta do único navio sobrevivente em torno do Cabo da Boa Esperança (de 1519 a 1522). Uma segunda linha — ligeiramente perceptível, originalmente desenhada na cor prata — traça a viagem de 1521 de Pizarro, que começou em Cadiz, na Espanha, e atravessou o istmo do Panamá até chegar à costa oeste da América do Sul, inaugurando assim a conquista espanhola do Peru.

Data de Criação

Data do Assunto

Tipo de Item

Descrição Física

10 mapas: ilustrações; 22,5 x 16,5 centímetros

Observações

  • Código BSB: Cod.icon. 136
  • Essa descrição da obra foi escrita por Traudl Seifert da Biblioteca Estatal da Baviera.

Referências

  1. “Agnese Atlas,” Library of Congress, Washington, DC. https://memory.loc.gov/ammem/gmdhtml/gnrlagn.html.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de outubro de 2016