Osceola da Flórida, desenhado na pedra por Geo. Catlin, do seu retrato original

Descrição

Osceola foi uma chefe Seminola de guerra que liderou a resistência para a campanha feita pelas tropas federais dos Estados Undios para forçar o reassentamento de suas tribos no território a oeste do Rio Mississipi. Conhecida como a Segunda Guerra dos Seminole (1835-42), esta foi uma das campanhas mais destrutivas conduzidas pelas autoridades federais contra os índios Americanos. Apesar perdendo em número dos Seminolas de dez para um, as tropas dos Estados Unidos demoraram para chegar a uma vitória decisiva. Em seguida recorreram a medidas desesperada, incluindo a captura e e a prisão de Osceola sob o pretexto de negociar uma trégua. O pintor Americano George Catlin indignado com este ato de duplicidade se deslocou até a Carolina do Sul, onde Osceola foi preso, para mostrar o seu apoio. Em 1837, o chefe Seminola concordou em sentar para um retrato, que serviu como base para esta litografia. Osceola morreu em cativeiro no ano seguinte. Catlin que estava preocupado com a expansão ao oeste previu o final da vidados Nativos Americanos decidindo então viajar por todo os Estados Unidos a fim de documentar as "aparências primitivas e os costumes" dos "índios selvagens" antes que desaparecessem. Ele criou um grande "Galeria Indígena" composta de paisagens e retratos idealizados que contribuiu para aumentar a conscientização do público sobre o desaparecimento das culturas tribais.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Nova York

Idioma

Título no Idioma Original

Osceola of Florida, Drawn on Stone by Geo. Catlin, from his Original Portrait

Tipo de Item

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de setembro de 2015