Não! Essa aqui não!

Descrição

Esta aquarela satírica do artista italiano Raffaello Jonni faz parte de uma série de 79 desenhos originais de Jonni mantidos na Biblioteca de Alexandrina em Roma. A obra retrata uma mão tentando agarrar um cofre intitulado “Trieste”, que é carregado por Francisco José I (de 1830 a 1916), o velho imperador da Áustria-Hungria. A mão simboliza a poderosa Itália que busca adquirir a cidade de Trieste, historicamente parte do Império Austro-Húngaro e seu principal ponto de acesso ao mar durante a Primeira Guerra Mundial. O movimento irredentista italiano vinha realizando campanhas pela anexação da cidade desde as duas últimas décadas do século XIX pelo menos. A dissolução do Império Austro-Húngaro no final da guerra enfraqueceu sua disputa com a Itália sobre o controle da cidade, mas resultou em tensões com o recém-estabelecido Reino dos Sérvios, Croatas e Eslovenos, em parte formado a partir do Império Austro-Húngaro, e pressionou suas reivindicações territoriais. No final da guerra, em novembro de 1918, o Exército Real italiano entrou em Trieste aplaudido por parte da população que era a favor da causa italiana. O status de Trieste como cidade italiana foi confirmado pelo Tratado de Rapallo de 1920. A anexação deteriorou as relações entre as populações italianas e eslovenas, que às vezes travavam furiosas lutas armadas.

Última Atualização: 14 de novembro de 2017