Operações Militares em Cabul

Descrição

Operações Militares em Cabul é uma obra produzida principalmente com base no diário mantido pelo tenente Vincent Eyre (de 1811 a 1881), antes e durante o tempo em que foi prisioneiro na Primeira Guerra Anglo-Afegã (de 1839 a 1842). Nomeado comissário de artilharia da Força de Campo de Cabul que no outono de 1839 marchou para o Afeganistão, Eyre chegou a Cabul em abril de 1840, levando consigo grandes estoques de material bélico. Eyre começou a escrever seu diário em 2 de novembro de 1841, o primeiro dia de levante dos afegãos contra a força anglo-indiana, em que Sir Alexander Burnes foi morto. Os soldados ocupantes foram cercados em seus acantonamentos, e em 13 de novembro Eyre foi gravemente ferido. Sob um tratado com o governo afegão, no início de 1842 a força anglo-indiana recebeu passagem segura para evacuar o país. Acompanhado por sua esposa e filho, Eyre se juntou à coluna que seguia em direção ao leste, mas foram levados, junto com outros soldados e civis britânicos, como reféns pelo emir Akbar Khan (de 1816 a 1845, no poder de 1842 a 1845). Os reféns britânicos passaram quase nove meses em cativeiro e sofreram muitas privações, incluindo frio severo e consequências de um terremoto e seus abalos secundários. Em agosto de 1842, os cativos foram levados para o norte em direção a Bamiyan, em Indocuche, sob ameaça de serem vendidos como escravos aos uzbeques. Em 20 de setembro foram finalmente libertados, depois que um dos prisioneiros, o major Pottinger, conseguiu subornar o comandante afegão do seu comboio. Antes de ser liberto Eyre havia conseguido contrabandear o manuscrito de seu diário em partes a um amigo na Índia, que o enviou à Inglaterra, onde, com a ajuda dos parentes de Eyre, foi publicado no ano seguinte. O livro apresenta um capítulo introdutório, um mapa desdobrável do acantonamento em Cabul e a região circunvizinha desenhada por Eyre, um glossário de termos afegãos, uma lista dos prisioneiros detidos e libertados em setembro de 1842, e uma lista dos civis e oficiais militares mortos durante o motim de novembro de 1841. Eyre era um artista talentoso e também produziu a maior parte dos desenhos contidos na obra Esboços da Prisão, uma coleção de retratos de alguns dos homens e das mulheres colegas de cativeiro, também publicada em Londres em 1843.

Data de Criação

Informação da Publicação

John Murray, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

The military operations at Cabul, which ended in the retreat and destruction of the British Army, January 1842

Tipo de Item

Descrição Física

328 páginas; 20 centímetros

Referências

  1. H.G. Keane, revised by James Lunt, “Eyre, Sir Vincent (1811‒1881),” in Oxford Dictionary of National Biography (Oxford, U.K.: Oxford University Press, 2004).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de julho de 2016