A forma da língua pachto ou gramática pachto

Descrição

Da Puṣhto da Zhabe Liyārah Liyā Puṣhto Ṣarf aw Naḥo (A forma da língua pachto ou gramática pachto) é um livro didático de idioma. O autor, Muhammad Gul Momand, foi um famoso (e controverso) nacionalista literário e político pachto. É provável que ele tenha escrito o livro em Balkh, no Afeganistão, onde atuou como governador em 1920. A obra foi publicada em Lahore em 1938 pela gráfica Feroz, na época em que escritores nacionalistas pachtos defendiam a institucionalização da língua pachto em todo o território do Afeganistão e do Paquistão. O conteúdo do livro inclui um prefácio de 11 páginas, duas seções principais e uma seção complementar no final. Em seu longo prefácio, Momand enfatiza a importância da linguagem para o desenvolvimento de cada país. Ele afirma que a formalização e a nacionalização da língua pachto está diretamente ligada ao bem-estar dos indivíduos, da sociedade, da cultura e da identidade do povo pachto. A primeira seção fala sobre a morfologia, e contém três subseções: sobre as partes do discurso; sobre lexicologia, negação, pluralização, gênero e gerúndios; e sobre preposições. A segunda seção é dedicada à sintaxe e discute a estrutura e a formação da sentença. A seção complementar no final foi preparada por outro autor, Abdul Azim Safi, e apresenta uma lista de infinitivos. As páginas são numeradas. Momand menciona no prefácio dois outros indivíduos que ajudaram na compilação do livro: Mohammad Qasim Khan Ibrahim Khele e o mulá Obaidullah Khan Safi. O livro provavelmente foi produzido tanto para falantes da língua pachto como para não falantes interessados em aprender o idioma.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Gráfica Feroz, Lahore

Idioma

Título no Idioma Original

د پشتو د ژبه لياره ليا پښتو صرف آو نحو

Tipo de Item

Descrição Física

495 páginas; 18 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 15 de setembro de 2016