Viagem para o Turcomenistão e para Khiva em 1819 e 1820

Descrição

Nikolai Nikolaevich Murav’ev (de 1794 a 1866) foi um oficial militar e estadista russo que em 1819 e 1820 liderou uma missão imperial até a costa oriental do Mar Cáspio e do canato de Khiva. Naquela época ele era capitão na equipe geral do exército russo imperial, e foi acompanhado pelo major Ponomarev, comandante de Ganja (no Azerbaijão). O objetivo da missão era proteger as rotas de comércio da região com a Rússia. O general Aleksiei Petrovich Ermolov, o poderoso comandante do Cáucaso que ordenou a missão, planejava estabelecer um porto comercial russo na costa oriental do Mar Cáspio. A missão deixou Tiflis (atual Tbilisi, na Geórgia) em 17 de junho de 1819, e viajou por terra até Baku, na costa ocidental do Mar Cáspio, onde uma corveta, um navio mercante e mais tropas aguardavam. As embarcações chegaram à Baía de Balkan (atual Baía de Kara Bogaz, no Turcomenistão) em setembro. De lá, Murav’ev viajou por terra até Khiva (no atual Uzbequistão) para se encontrar com o khan Muhammad Rahim. No entanto, Murav’ev não conseguiu autorização para entrar na cidade e ficou detido por 48 dias. Mais tarde ele foi liberado e voltou para sua embarcação. Acompanhado por dois enviados de Khiva, Murav’ev navegou de volta com seus homens e chegou a Baku em dezembro. Eles foram recebidos pelo general Ermolov em 17 de janeiro de 1820. Voyage en Turcomanie et à Khiva (Viagem para o Turcomenistão e para Khiva) é o relato de Murav’ev sobre sua missão. O livro está dividido em duas partes. Na primeira, Murav’ev relata a viagem para Baía de Balkan, a viagem seguinte por terra para Khiva e a viagem de retorno para Tiflis. Essa parte inclui cópias de cartas do general Ermolov e do major Ponomarev ao khan de Khiva. A segunda parte do livro é uma descrição geral do território de Khiva, sua economia e suas forças militares, além de um relato sobre a guerra civil no canato. A obra também apresenta um catálogo em latim dos animais da Ásia Central, descrições dos habitantes da região e um mapa da rota de Tiflis a Khiva desenhado por Murav’ev. O livro foi traduzido do russo por G. Lecointe de Laveau e publicado em Paris em 1823.

Última Atualização: 31 de agosto de 2016