Vida e Carreira do Major Sir Louis Cavagnari

Descrição

Sir Pierre Louis Napoleon Cavagnari (de 1841 a 1879) foi um oficial do exército e comissário político francês que entrou para o exército da Companhia das Índias Orientais em 1858 e ocupou diversos postos militares e políticos na Índia até o momento de sua morte. Durante a Segunda Guerra Anglo-Afegã (de 1878 a 1880), Cavagnari negociou o Tratado de Gandamak (assinado em 26 de maio de 1879), que pôs fim à primeira fase da guerra. Sob os termos do acordo, o governo do novo governante do Afeganistão, Ya‘qub Khan, era obrigado a receber um emissário britânico permanente em Cabul e a Grã-Bretanha tinha o direito de exercer controle sobre a política externa afegã. Lord Lytton, vice-rei da Índia, nomeou Cavagnari como o enviado britânico residente em Cabul. Cavagnari entrou na cidade em 24 de julho de 1879. No início sua recepção foi amigável, mas em 3 de setembro vários regimentos afegãos se revoltaram e atacaram a cidadela, onde Cavagnari e outras autoridades britânicas viviam. Ele e seus guardas foram mortos. Tais eventos desencadearam um levante geral e uma segunda fase da guerra. Vida e Carreira do Major Sir Louis Cavagnari é uma compilação de documentos originais sobre a vida de Cavagnari e as circunstâncias diplomáticas e militares da Segunda Guerra Anglo-Afegã, publicada em Calcutá em 1881. Entre os documentos estão mensagens sobre o Afeganistão enviadas do governo da Índia ao governo de Londres, correspondências entre os britânicos e sher ‘Ali Khan, governador do Afeganistão de 1863 a 1866 e de 1868 a 1879, trechos de jornais e relatórios oficiais, e o texto completo do Tratado de Gandamack. O compilador foi Kally Prosono Dey (também conhecido como Kaliprasanna De), que aparentemente foi um escrivão ou funcionário público do governo da Índia.

Última Atualização: 26 de agosto de 2016