Correspondência Referente à Pérsia e ao Afeganistão

Descrição

Correspondência Referente à Pérsia e ao Afeganistão é uma compilação de documentos que trata da política britânica sobre esses dois países, publicada em Londres durante a Primeira Guerra Anglo-Afegã (de 1839 a 1842). O volume inclui, por exemplo, mensagens enviadas ao secretário britânico de relações exteriores, Visconde Palmerston (de 1784 a 1865), por diplomatas britânicos em São Petersburgo e Teerã; respostas de Palmerston; textos de tratados celebrados pela Companhia das Índias Orientais com o xá da Pérsia, os emires de Sind, e outras partes; correspondência entre Dost Mohammad Khan (de 1793 a 1863), governador do Afeganistão, e o governador-geral da Índia; e relatórios sobre o Afeganistão escritos por Sir Alexander Burnes, comissário político na Índia e no Afeganistão, ao Lord Auckland, governador-geral da Índia. Uma seção do livro documenta a expedição de 1833 a 1834 para o Afeganistão de Shah Shuja (de 1785 a 1842), governante do Império Durrani entre 1803 e 1809, e sua tentativa de recuperar o trono em colaboração com marajá Ranjit Singh, governante de Punjab. Shah Shuja foi derrotado em Candaar por forças afegãs comandadas por Dost Mohammad Khan. A Primeira Guerra Anglo-Afegã começou quatro anos depois, quando os britânicos enviaram um exército anglo-indiano ao Afeganistão a fim de instalar Shah Shuja como governante do país, a quem julgaram mais favorável aos seus interesses do que Dost Mohammad Khan. Os documentos fornecem uma visão detalhada sobre a diplomacia secreta que antecedeu a Primeira Guerra Anglo-Afegã.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016