Inglaterra e Rússia na Ásia Central

Descrição

Demetrius Charles Boulger (de 1853 a 1928) foi um orientalista britânico que escreveu bastante sobre temas voltados principalmente para o Império Britânico. Em parceria com Sir Lepel Henry Griffin (de 1838 a 1908), administrador britânico na Índia, ele fundou a Asiatic Quarterly Review, onde por um tempo trabalhou como editor. Aqui apresentamos a obra Inglaterra e Rússia na Ásia Central em dois volumes de Boulger, publicada em 1879, durante a Segunda Guerra Anglo-Afegã (de 1878 a 1880). Boulger era um imperialista impenitente com fortes visões antirrussas. Neste livro, ele prevê uma “iminente” guerra anglo-russa, argumentando que a Grã-Bretanha deveria agir enquanto ainda é “forte suficiente para resolver totalmente a Questão da Ásia Central em nosso próprio favor”. O volume um é em grande parte dedicado a assuntos referentes à Rússia. Seus 11 capítulos abordam temas como as mais recentes explorações russas na Ásia Central, o rio Amu Dária, governo russo do Turquestão, a força militar russa na Ásia Central, e as relações da Rússia com Khiva e Kokand, Bucara e Pérsia. Este volume contém sete anexos com documentos oficiais, incluindo os textos dos tratados assinados entre a Rússia e os canatos de Khiva e Bucara. Um “mais recente” mapa oficial russo da Ásia Central também acompanha o volume um, encontrado no final da obra. O volume dois trata de assuntos relacionados principalmente à Grã-Bretanha e à Índia Britânica, e contém dez capítulos, abordando tópicos como recentes explorações britânicas na Ásia Central, exército anglo-indiano, Afeganistão, e Inglaterra e Pérsia. O capítulo final, “A rivalidade entre Inglaterra e Rússia”, resume os principais argumentos e adverte sobre as intenções russas. Dois apêndices exibem os textos dos tratados de Gulistan e Turcomanchai, impostos pela Rússia sobre a Pérsia da dinastia Qajar em 1813 e 1828, respectivamente. Um terceiro apêndice, intitulado “Opinião pública francesa sobre a Inglaterra e a Rússia na Ásia Central”, contém uma avaliação da situação estratégica na região publicada na primavera de 1878 pelo influente jornal francês Le Journal des Débats. No início do volume dois também há um mapa desdobrável da Pérsia e do Afeganistão. No fim, a guerra anglo-russa predita por Boulger jamais ocorreu, pois a Rússia nunca ameaçou seriamente a Índia e eventos posteriores, como a Guerra Russo-Japonesa (de 1904 a 1905), a Primeira Guerra Mundial e a Revolução Russa, mudaram o foco de ambas as potências para outras regiões.

Última Atualização: 27 de julho de 2016