Na Corte do Emir: uma Narrativa

Descrição

Na Corte do Emir: uma Narrativa é um relato de John Alfred Gray, um médico britânico que trabalhou como cirurgião para ‘Abd al-Rahman Khan (por volta de 1844 a 1901), governante do Afeganistão, por vários anos entre o final da década de 1880 e início da década de 1890. Juntamente com vários engenheiros britânicos, Gray havia sido recrutado na Inglaterra para aconselhar e prestar serviços ao emir. O livro inclui vários capítulos que tratam especificamente da saúde e da prática médica no Afeganistão naquela época, como hospitais, cirurgiões e médicos afegãos, um surto de cólera, e o estado de saúde e doenças do emir e de vários membros da casa real. Outros capítulos abordam, principalmente, temas não médicos, como a jornada de Gray de Peshawar a Cabul, os habitantes do Afeganistão, as residências afegãs, a vida em Cabul, as estações do ano e os bazares em Cabul. Gray relata suas reuniões com o emir, a quem descreve como “um homem moreno e corpulento”, que “parecia a personificação de uma força vigilante” e “que adicionou à cortesia dos orientais algo da franqueza de um inglês”. Ele também descreve seus encontros com a sultana, esposa do emir, e suas conversas com ela. O livro recebeu importantes contribuições do intérprete de Gray, um cristão armênio que fora educado numa escola missionária na Índia e vivera por muitos anos em Cabul. Uma fotografia de Gray e seu intérprete, ambos com vestes orientais, é exibida na Galeria Nacional de Retratos, em Londres.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Macmillan and Co., Limited, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

At the court of the Amīr: A narrative

Tipo de Item

Descrição Física

523 páginas: ilustrações; 21 centímetros

Referências

  1. Henry Van der Weyde, “Dr Gray and his Armenian Interpreter.” (London: National Portrait Gallery). http://www.npg.org.uk/collections/search/person/mp99836/john-alfred-gray.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016