Estatutos reguladores de operações referentes ao Canal de Razzāq, parte norte

Descrição

Niẓāmnāmah-ʼi mu‘āmilāt-i nahr-i razzāq-i samt-i shumālī (Estatutos reguladores de operações referentes ao Canal de Razzāq, parte norte) é um conjunto de decretos referentes à construção de um canal ao nordeste de Cabul, atual província de Kapisa do Afeganistão. Em 14 de fevereiro de 1924 o Majlis-i ‘ali-yi vuzara (Departamento de Publicações do Ministério) publicou 500 cópias do conjunto de decretos. As ideias religiosas associadas ao termo razzaq (provedor) são realçadas pela invocação de Deus como provedor no início desse documento. Na introdução, lemos que a construção do canal buscava desviar a água dos rios Panjshir, Shutul, Salang e Ghorband para fins agrícolas, e que a despesa estimada de todo o projeto foi de 1,1 milhões de rúpias de Cabul. O canal irrigava uma área estimada em 1.000 jarīb (202 hectares), e a terra deveria ser fornecida a um baixo custo ou de graça aos moradores carentes da região, bem como a outros cidadãos pobres do Afeganistão.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016