Jardim do unitarismo

Descrição

Tauhid (a crença na unidade de Deus) é um princípio central do islã que também serve como uma das principais inspirações do Masnavi (Dísticos espirituais) de Maulana Jalal al-Din Muhammad Rumi (de 1207 a 1273). Esse princípio também aparece no título do livro Gulshan-i Tauḥīd (Jardim do unitarismo) de Ibrahim Shahidi Dadah, inspirado pela apreciada obra Masnavi de Rumi. Shahidi Dadah (falecido em 1550 ou 1551) nasceu em Mughlah (Muğla, na atual Turquia) e era um sufi da ordem Maulawi ou Mevlevi. Dos 25.000 versos encontrados em Masnavi, Dadah escolheu 600 para colocar em seu livro Gulshan-i Tauḥīd, e a cada um deles anexou cinco de sua autoria, os quais são inspirados no original e o ampliam. Ele concluiu essa obra em 937 A.H. (1530-1531). A obra teve pelo menos uma impressão moderna (em Istambul, em 1881). A cópia do manuscrito que apresentamos aqui foi concluída em 1233 A.H. (1817-1818), provavelmente no Afeganistão. Cada verso original de Rumi aparece em tinta vermelha, seguido pelos versos em preto de Shahidi Dadah. O copista registrou seu nome como Mir ʻAzim ibn Mulla Muhammad Rajab Balkhi. O manuscrito está em escrita nasta‘liq em um papel creme-claro.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016