A medida da medicina

Descrição

Mīzān al-ṭibb (A medida da medicina) é uma obra médica popular escrita por Muhammad Akbar Arzani (falecido em 1772). Estudiosos divergem quanto ao local de nascimento de Arzani, se na Pérsia ou na Índia, mas todos concordam que ele foi o primeiro médico do Império Mogol a traduzir sistematicamente obras médicas árabes para o persa. Seus textos médicos gozavam de grande popularidade na Índia e na Pérsia e serviram de textos educacionais para estudantes de medicina em ambos os países. Sabe-se também que Arzani era sufi e pertencia à ordem Qadiriyya. Na introdução de Mīzān al-ṭibb, Arzani afirma que seu propósito em escrever a obra era ajudar estudantes carentes que desejavam estudar medicina como outros estudantes com mais recursos. É provável que a clareza e a natureza concisa, todavia completa, do texto de Arzani tenham sido aspectos que contribuíram para que o livro se tonasse a principal obra a ser totalmente estudada por estudantes iniciantes da medicina do século XVIII em diante. A obra está escrita em três seções: a primeira sobre kayfiyat-i chahar ganah (as quatro qualidades, ou seja, calor, frio, umidade e secura); a segunda sobre dar bayān adwīyah mufrada wa murakabba wa aghz̲īya (os medicamentos e alimentos simples e complexos); e a terceira sobre dar bayan amraz wa ‘alaj-i an (as doenças e suas curas). A maior parte do livro está na terceira seção, dividida em capítulos que abordam principalmente o tratamento das doenças de cada órgão. Essa seção também inclui doenças específicas às mulheres e aos homens, além de seções sobre febres e inchaços. O presente volume termina com tratados mais breves de outros autores sobre pulsação e urina. O livro foi publicado em 1884 pela famosa gráfica Newal Kishore em Lucknow, na Índia.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016