Atração dos corações à casa do amado

Descrição

Jaz̲b al-qulūb ilá diyār al-maḥbūb (Atração dos corações à casa do amado) por ʻAbd al-Haqq ibn Sayf al-Din Dihlavi (de 1551 a 1642) é uma obra de 17 capítulos sobre a história e as tradições da cidade de Medina. Superada em importância para os muçulmanos apenas por Meca, Medina abriga os túmulos do profeta Maomé e alguns de seus companheiros mais próximos. Em 622 a hégira (migração de Maomé e seus seguidores de Meca para Medina, conhecida na época como Yathrib) marcou a história islâmica e representa a origem do calendário islâmico. Na introdução da obra, Sayf al-Din lista Wafā’ al-wafā’ bi akhbār dār al-muṣṭafā̄ (História completa da casa do Escolhido) de Nur al-Din Abu al-Hasan al-Samhudi (de 1440 a 1506) como sua principal referência. Ele também afirma que começou a escrever sua obra durante uma visita a Medina em 998 A.H. (1589-1590), concluindo-a em Deli em 1001 A.H. (1592-1593). Apesar de Sayf al-Din discutir os costumes envolvidos na peregrinação a Medina, o foco da maior parte de sua obra é a estrutura física da cidade e a arquitetura dos seus espaços religiosos e seculares (muitos dos quais deteriorados ou propositalmente demolidos com o passar dos séculos). O presente volume é a terceira edição desta obra, impressa e publicada em 1914 pela famosa gráfica Newal Kishore em Lucknow, na Índia.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016