Passagem de Vênus, 6 de dezembro de 1882

Descrição

Esta fotografia, tirada por Marc Ferrez em 6 de dezembro de 1882, faz parte de um álbum que comemora a participação do Brasil no esforço internacional para acompanhar o trânsito de Vênus naquele mesmo ano. Ferrez honrou a contribuição do Brasil ao compilar uma fotomontagem dos três homens encarregados pelo Observatório Imperial do Brasil para observar o trânsito na ilha de São Tomás nas Antilhas. Antônio Luiz von Hoonholtz Tezpur, o Barão de Teffé, aparece no topo da imagem. O Capitão-Tenente Francisco Calheiros da Graça está no canto inferior esquerdo. O Tenente Arthur Índio do Brasil e Silva está no canto inferior direito. O acompanhamento do trânsito envolveu a criação de um observatório pelo Observatório Imperial, em homenagem ao Imperador Dom Pedro II (1825 - 1891), na ilha de São Tomás nas Índias Ocidentais Dinamarquesas (atualmente Ilhas Virgens Americanas). O trânsito de Vênus é um evento astronômico raro que ocorre quando Vênus passa entre a Terra e o Sol, tornando-se visível à luz do dia contra o disco solar. Os trânsitos ocorrem em pares com oito anos de diferença, em intervalos de mais de um século. Desde o século XVII, os astrônomos estiveram particularmente interessados nesses trânsitos, uma vez que eles ofereciam a oportunidade, com o uso de diversas observações e cálculos matemáticos complexos, de determinar a distância entre a Terra e o Sol (a Unidade Astronômica). Portanto, houve grande interesse científico e público nos trânsitos de 1874 e 1882. Ferrez foi um dos fotógrafos mais produtivos do Brasil. Ele foi fundamental no registro do desenvolvimento do Brasil no final do século XIX. O álbum é parte da Coleção Thereza Christina Maria na Biblioteca Nacional do Brasil. Composta por 21.742 fotografias reunidas pelo Imperador Pedro II ao longo de sua vida e por ele doadas à Biblioteca Nacional, a coleção abrange uma ampla variedade de assuntos e documenta as conquistas do Brasil e de brasileiros no século XIX. A coleção, em homenagem à Imperatriz Thereza Christina Maria, foi inscrita no Programa Memória do Mundo da UNESCO em 2003.

Última Atualização: 1º de julho de 2014