Órfãos de guerra judeus chegam aos Estados Unidos

Descrição

Esta fotografia de 1921 mostra um grupo de crianças recém-chegadas ao porto de Nova York, com bandeiras dos EUA na mão e prestes a começarem uma nova vida. Elas ficaram órfãs por causa da Primeira Guerra Mundial. A guerra devastou comunidades em toda a Europa, deixando para trás populações carentes, incluindo centenas de milhares de órfãos. Na Europa Central e Oriental, o colapso dos impérios e o início da revolução prolongaram a desordem, a fome e as doenças que começaram durante a guerra. Para os judeus, havia ainda o perigo de sofrerem com os pogroms. O Comitê de Distribuição Conjunta de Fundos Americanos para o Socorro às Vítimas Judias da Guerra (mais tarde Comitê Judaico-Americano de Distribuição Conjunta, ambos os nomes abreviados como JDC), fundada em 1914 para fornecer ajuda durante a guerra, continuou seu trabalho na Polônia e em regiões vizinhas após a guerra. Em 1920 a entidade criou o Departamento dos Órfãos de Guerra, que desempenhou um papel fundamental para facilitar a emigração de crianças judias da Europa Oriental para os Estados Unidos e outros lugares. A imagem faz parte dos arquivos do JDC, que contêm documentos, fotografias, filmes, vídeos, histórias orais e artefatos de gravação do trabalho da organização desde a Primeira Guerra Mundial até os dias de hoje. Desde 1914 o JDC tem fornecido alimento, roupas, medicamentos, cuidado infantil, formação profissional e assistência aos refugiados em mais de 90 países.

Última Atualização: 11 de setembro de 2017