Refugiados órfãos num lar infantil em Kiev

Descrição

Este orfanato em Kiev, na Ucrânia, recebia crianças, a maioria de cidades pequenas, que haviam sobrevivido aos pogroms (tumultos antissemitas) de maio de 1920. Nos anos seguintes à Revolução Russa e até o fim da Guerra Civil Russa, territórios disputados do antigo Império Russo sofreram repetidas invasões de forças ucranianas, bolcheviques e polonesas. Durante este período de agitação política, houve muitos pogroms, além de ondas de doenças e fome. Na Ucrânia, centenas de milhares de crianças ficaram órfãs ou sem teto. Como resultado de tal violência, os primeiros esforços para fornecer ajuda foram realizados por organizações regionais como o Comitê Judaico de Socorro às Vítimas de Guerra (EKOPO), através do financiamento do Comitê de Distribuição Conjunta de Fundos Americanos para o Socorro às Vítimas Judias da Guerra (mais tarde Comitê Judaico-Americano de Distribuição Conjunta, ambos os nomes abreviados como JDC). O JDC, uma organização humanitária, foi criado nos Estados Unidos no início da Primeira Guerra Mundial para fornecer ajuda contra a pobreza e o sofrimento de judeus no exterior. A organização financiou casas, tanto institucionais como privadas, para órfãos na Ucrânia, na Rússia e em outros países devastados pela guerra. A fotografia faz parte dos arquivos do JDC, que contêm documentos, fotografias, filmes, vídeos, histórias orais e artefatos de gravação do trabalho da organização desde a Primeira Guerra Mundial até os dias de hoje.

Última Atualização: 4 de março de 2016