Todas as nossas economias para a pátria

Descrição

A Itália terminou a Primeira Guerra Mundial com uma economia marcada por desemprego em massa, escassez de alimentos, greves e um governo endividado. Essas condições econômicas, acompanhadas pelo desapontamento do país por não adquirir mais territórios na Europa ou colônias na África como pagamento de seus esforços durante a guerra, resultaram no aumento do fascismo liderado por Benito Mussolini, que ascendeu ao poder em 1922. Este pôster de 1920 incita os italianos a concederem suas economias à reconstrução da pátria, supostamente mediante a compra de títulos do governo italiano. O pôster mostra um enorme cofrinho sendo erguido por um guindaste; embaixo há um mapa da Itália visto a partir do norte. O pôster é obra de Plinio Codognato (de 1878 a 1940), um proeminente ilustrador e publicitário italiano, que depois da guerra trabalhou para a fabricante de automóveis italiana FIAT e para outras empresas e marcas italianas, como Pirelli, Campari e Cinzano.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Impressões Artísticas Pilade Rocco, Milão, Itália

Idioma

Título no Idioma Original

Tutto il nostro risparmio alla patria

Lugar

Tipo de Item

Descrição Física

1 impressão (pôster): litografia, colorida: 99 x 71 centímetros

Referências

  1. Douglas J. Forsyth, The Crisis of Liberal Italy: Monetary and Financial Policy, 1914‒1922 (Cambridge, U.K.: Cambridge University Press, 1993).
  2. Thomas Row, “Mobilizing the Nation: Italian Propaganda in the Great War,” Journal of Decorative and Propaganda Arts, Volume 24, Design, Culture, Identity (Miami Beach, FL: Florida International University Board of Trustees on behalf of The Wolfsonian-FIU, 2002).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de setembro de 2017