As leis do islã

Descrição

Las leyes del Islam (As leis do islã) foi publicada em Buenos Aires, na Argentina, em 1926. O autor do livro, Constantino Melhem, um falante árabe nativo e não muçulmano, comprometeu-se a traduzir diretamente do árabe e organizar e comentar os textos mais importantes da lei islâmica. Seu objetivo, conforme declarado no prefácio, é explicar a um público ocidental o volumoso conjunto dos principais textos de leis e regras que regem a vida muçulmana e corrigir o que julga serem equívocos sobre o estilo de vida muçulmano, resultados de traduções imprecisas e interpretações superficiais realizadas por cristãos. Ele pretende lançar luz sobre as leis que regem a vida de 350 milhões de muçulmanos (sua estimativa da população muçulmana do mundo em 1926, quando o livro foi publicado). O livro está dividido em quatro partes: leis religiosas, leis civis, leis penais e leis sociais. Cada parte é subdividida em capítulos que abordam temas como jejum, oração, casamento, herança, comportamento em relação aos pais, dízimos, empréstimos, atividades comerciais e vida familiar. Os capítulos apresentam uma estrutura comum: eles começam com a definição da norma, listam modalidades de conduta necessárias para observar adequadamente a norma, apontam exceções, e depois exibem exemplos específicos ilustrados com fatos. Em alguns capítulos, Melhem oferece um comentário pessoal sobre uma lei específica e suas implicações, e muitas vezes as compara com normas similares aplicadas em países cristãos. Melhem apresenta essas conexões para facilitar a compreensão de seus leitores. Ele também faz esforços especiais para mostrar a relação entre causas e efeitos na observância das leis islâmicas, a fim de mostrar o papel holístico da lei e da religião na vida muçulmana.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Buenos Aires

Idioma

Título no Idioma Original

Las leyes del Islam

Tipo de Item

Descrição Física

206 páginas; 21 centímetros

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 17 de março de 2016