O diário de John Jourdain, de 1608 a 1617, descrevendo suas experiências na Arábia, na Índia e no Arquipélago Malaio

Descrição

John Jourdain (falecido em 1619) foi um capitão britânico a serviço da Companhia das Índias Orientais. Ele ingressou na companhia como mercador em 1607 e navegou pela primeira vez na expedição “Quarta Viagem” para a Índia, fazendo paradas ao longo do caminho em Cabo da Boa Esperança, Socotra e outras ilhas do Oceano Índico, e em Áden e Moca, no Iêmen, antes de chegar a Surat. A Quarta Viagem consistiu de dois navios, Union e Ascension. Uma pinaça foi construída e adicionada aos dois navios durante uma parada na Baía da Mesa. Vários problemas surgiram durante a viagem, e os navios nunca retornaram para a Inglaterra. As embarcações foram separadas no Oceano Índico devido ao mau tempo, e muitas vezes surgiam hostilidades com portugueses e nativos, tornando essa a pior das viagens no início da história da empresa. Após não conseguirem manter um posto comercial na Índia e espantados com o tempo e os presentes que desperdiçaram com oficiais mogois, os britânicos voltaram para o Mar Vermelho, onde buscaram confiscar e pedir resgate de navios indianos perto de Moca. Mais tarde Jourdain foi enviado a uma missão para Sumatra, desta vez com o propósito de desafiar o monopólio holandês sobre o comércio nas Ilhas das Especiarias. O diário de John Jourdain, de 1608 a 1617, descrevendo suas experiências na Arábia, na Índia e no Arquipélago Malaio é a narrativa do autor sobre os nove anos em que esteve longe enquanto trabalhou na Companhia das Índias Orientais. O livro começa com uma longa introdução que resume e elucida os eventos que Jourdain registrou em ordem cronológica em seu diário. Seus registros começam em 25 de março de 1608, quando deixou Downs, uma cadeia de colinas na costa sudeste da Inglaterra, e terminam em 19 de junho de 1617, quando sua viagem chegou ao fim com um relato final escrito perto de Dungeness, no caminho para Downs. Numa viagem posterior, Jourdain foi baleado por um franco-atirador holandês em Patani, na Índia, e morreu de seus ferimentos em julho de 1619. As entradas do diário variam em tamanho e conteúdo, indo de breves descrições das condições meteorológicas no mar a relatos muito mais extensos sobre eventos e lugares. Listas de autoridades, bibliografias e apêndices de pessoas e lugares são dadas no final do livro.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Nendeln, Liechtenstein

Idioma

Título no Idioma Original

The Journal of John Jourdain, 1608-1617, Describing His Experiences in Arabia, India, and the Malay Archipelago

Tipo de Item

Descrição Física

394 páginas: mapas; 23 centímetros

Observações

  • Reimpressão da edição de 1905

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 31 de maio de 2016