História de uma peregrinação a Hijaz

Descrição

A sultana Jahan Begum (de 1858 a 1930), também conhecida como sultana Kaikhusrau Jahan Begum, foi a última das quatro mulheres nababos (governadores), que governou o estado principesco de Bhopal durante o Raj Britânico. Estabelecido pela primeira vez na região central da Índia em 1724, Bhopal era um estado independente antes de se tornar um protetorado britânico em 1818. O estado se fundiu com a Índia independente em 1949 e atualmente faz parte de Madhya Pradesh. O governo das begumes, como este período de mulheres governantes em Bhopal ficou conhecido, começou com Qudsia Begum em 1819, e marcou o início de um período de paz e coexistência entre muçulmanos e sikhs. Sultana Jahan Begum foi uma governante reformista conhecida por promover a saúde pública e a educação das mulheres. Muçulmana devota, ela embarcou em 1903-1904 numa viagem do hajj (peregrinação) para visitar as cidades sagradas de Meca e Medina em Hijaz, uma região no oeste da Arábia que na época estava sob domínio otomano. Esta narrativa, intitulada História de uma peregrinação a Hijaz, narra os acontecimentos dessa viagem, que primeiro levou a begume e sua comitiva por terra a Bombaim (atual Mumbai), antes de embarcarem num navio que passaria por Áden e Jiddah com destino ao porto de Yanbu, no Mar Vermelho. De lá, o grupo viajou a camelo sob a proteção militar turca à Medina e mais tarde à Meca. Embora a asceta sultana Jahan não tenha sido a primeira begume entre as realezas de Bhopal a realizar o hajj (sua avó Sikander Jahan Begum foi a primeira), ela voltou para participar de luxuosas celebrações em sua capital, onde o público pôde apreciar a exibição das relíquias que ela trouxe das cidades santas e minaretes foram decoradas e iluminadas em sua homenagem. Escrito num estilo simples, seu livro de memórias é dividido em “dois livros”. O primeiro contém descrições geográficas da Arábia, com relatos sobre a fundação das mesquitas sagradas de Meca e Medina, enquanto o segundo trata de correspondências oficiais, eventos e incidentes relacionados à viagem. A sultana Jahan Begum manteve um registro detalhado dos nomes das pessoas que conheceu, o valor das moedas que usou, e os santuários e outros monumentos históricos que visitou no berço do islã, tornando seu livro numa obra de valor histórico. Muitos dos monumentos mencionados se perderam devido à expansão das duas mesquitas sagradas e à política de Estado contra a veneração dos santuários.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Thacker, Spink e Company, Calcutá

Idioma

Título no Idioma Original

The Story of a Pilgrimage to Hijaz

Tipo de Item

Descrição Física

360 páginas: ilustrações, retratos ; 22 centímetros

Referências

  1. Shaharyar M. Khan, The Begums of Bhopal: A History of the Princely State of Bhopal (London and New York: I.B. Tauris, 2000).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de fevereiro de 2016