Coblara. Soldados irregulares de apoio albaneses

Descrição

Esta fotografia, tirada por volta de 1917 a 1918, mostra soldados irregulares albaneses com vestes tradicionais em operação no terreno montanhoso próximo à cidade de Coblara (atual Koblarë), Albânia. A Albânia alcançou independência do Império Otomano em 1912, durante a Primeira Guerra Balcânica. Com a eclosão da Primeira Guerra Mundial, o país mergulhou no caos, tendo diferentes partidos e grupos tribais e religiosos ao lado dos poderes externos conflitantes que invadiram e ocuparam diferentes partes do país. No final de 1914, a Grécia ocupou o sul da Albânia. A Itália ocupou a cidade costeira de Vlorë, enquanto a Sérvia e Montenegro ocupou áreas do norte da Albânia. Uma ofensiva de forças búlgaras e austro-húngaras mais tarde direcionou o exército sérvio à Albânia, de onde foram removidos por uma tropa francesa para a cidade grega de Tessalônica. Os italianos permaneceram em Vlorë. No secreto Tratado de Londres assinado em abril de 1915, as potências da Tríplice Entente prometeram à Itália a cidade de Vlorë e suas terras vizinhas, além de um protetorado na Albânia, se em troca os italianos entrassem na guerra contra a Áustria-Hungria. Na Conferência de Paz de Paris, a Albânia se recusou a ficar sob controle italiano, e Woodrow Wilson, presidente dos Estados Unidos, apoiou os albaneses. A Albânia foi reconhecida como estado soberano e membro pleno da Liga das Nações. Entretanto, a Itália manteve forte influência sobre a Albânia, invadindo-a e derrotando-a em abril de 1939, pouco antes da eclosão da Segunda Guerra Mundial.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Coblara. Tipi di gregari irregolari albanesi

Tipo de Item

Descrição Física

1 fotografia: preto e branco

Referências

  1. Raymond Zickel and Walter R. Iwaskiw, editors. Albania: A Country Study (Washington, DC: GPO for the Library of Congress, 1994).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 11 de setembro de 2017