Saltério de Leopoldo III, margrave da Áustria

Descrição

Este manuscrito do século XI era o livro de orações de Leopoldo III, margrave da Áustria (de 1073 a 1136), que em 1114 fundou o mosteiro de Klosterneuburg. Além de um saltério e orações em latim, o códice também transmite a então chamada Klosterneuburger Gebet (Oração Klosterneuberger), oração feita pelo perdão dos pecados em alto-alemão antigo. O códice também apresenta correspondências entre São Jerônimo e o Papa São Dâmaso I (por volta de 305 a 384; no papado de 366 a 384); o prefácio de Jerônimo ao Livro de Salmos; um comentário sobre o Livro de Salmos de Santo Agostinho; Credo de Atanásio; e outros documentos. Leopoldo foi canonizado em 1485 e é conhecido como São Leopoldo, o Piedoso, sendo o santo padroeiro da Áustria. Membro da casa de Babenberg, Leopoldo nasceu em Gars (atual Gars am Kamp), perto de Melk na Baixa Áustria. Originários da Baviera, onde a família havia ganhado notoriedade durante o século X, os Babenbergs chegaram à Áustria e apoderaram-se das terras ao longo do rio Danúbio entre Baviera e Eslovênia. Aos 23 anos, em 1096 Leopoldo sucedeu seu pai como margrave da Áustria. Casou-se com Agnes, filha do imperador Henrique IV e viúva de Frederico de Hohenstaufen com quem teve 17 filhos, 11 dos quais chegaram à idade adulta. Klosterneuburg está localizado às margens do Danúbio, ao norte de Viena. Leopoldo deu o códice junto com sua primeira doação ao mosteiro. Ele também fundou os mosteiros de Heiligenkreuz e Kleinmariazell.

Última Atualização: 11 de agosto de 2017