Reconhecimento das fortificações na parte norte da Ilha de Nova York, cujos principais pontos foram geometricamente identificados em 22 e 23 de julho

Descrição

Este mapa manuscrito feito com bico de pena e aquarela foi criado em julho de 1781 por um cartógrafo militar francês envolvido num trabalho de reconhecimento durante os estágios finais da Guerra Revolucionária americana. O mapa está orientado com o norte voltado para a direita. Os britânicos capturaram Nova York em setembro de 1776. No verão de 1781, o general George Washington, comandante do exército continental, considerou a possibilidade de atacar Nova York, mas ele e o conde de Rochambeau fingiram se preparar para um ataque contra a cidade, quando na verdade moviam secretamente suas tropas para Yorktown, na Virgínia. Lá os britânicos comandados pelo general Charles Cornwallis (de 1738 a 1805) foram forçados a se render, sendo esta a batalha culminante da guerra revolucionária. O mapa retrata defesas britânicas em King’s Bridge e seus arredores. Uma legenda em ordem alfabética do lado esquerdo identifica Fort Washington, Fort Laurel Hill, Fort Tryon, Charles Fort, Reduto “Nº 8”, os quartéis dos soldados da cavalaria (dragões) e dos soldados hessianos, e obras destruídas ou abandonadas construídas pelos americanos. O mapa também mostra estradas, balsas, algumas casas, vegetação e relevo. A escala é dada em toises, uma antiga unidade francesa que media aproximadamente 1,95 metros. O mapa faz parte da Coleção de Rochambeau na Biblioteca do Congresso, com 40 mapas manuscritos, 26 mapas impressos e um atlas manuscrito que pertenceram a Jean-Baptiste-Donatien de Vimeur, conde de Rochambeau (de 1725 a 1807), comandante-em-chefe do exército expedicionário francês (de 1780 a 1782) durante a Revolução Americana. Alguns mapas foram usados por Rochambeau durante a guerra. Datados de 1717 a 1795, eles abrangem grande parte do leste da América do Norte, indo de Nova Terra e Labrador, ao norte, até o Haiti, ao sul. A coleção inclui mapas de cidades, mapas de batalhas e campanhas militares da Guerra Revolucionária, e os primeiros mapas estaduais da década de 1790.

Título no Idioma Original

Reconnoissance des ouvrages du nord de l'Isle de Newyork dont on a déterminé géometriquement les principaux points le 22 et le 23 juillet

Tipo de Item

Descrição Física

1 mapa: manuscrito, bico de pena e aquarela; 46 x 54 centímetros

Observações

  • Escala de aproximadamente 1:10.300

Referências

  1. John R. Sellers and Patricia Molen Van Ee, compilers, Maps and Charts of North America and the West Indies, 1750‒1789: A Guide to the Collections in the Library of Congress (Washington, DC: Library of Congress, 1981).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 18 de fevereiro de 2016