Exército de Rochambeau, 1782. Mapa de Williamsburg, na área de Virgínia, onde as tropas francesas e americanas acamparam em setembro de 1781

Descrição

Este mapa topográfico, manuscrito em bico de pena e aquarela, de Williamsburg, na área de Virgínia, foi feito em 1782 por Jean Nicolas Desandrouins, engenheiro e cartógrafo do exército francês, logo após a Batalha de Yorktown em outubro de 1781. Ele mostra os acampamentos e as posições das forças francesas e americanas em setembro de 1781, na véspera da batalha. O mapa apresenta um plano detalhado de Williamsburg e seus arredores, e exibe a localização de propriedades rurais e outros locais importantes. Ele mostra casas e prédios públicos em Williamsburg, fazendas no campo, estradas, riachos, balsas, moinhos, o “Depósito Novo", além de citar os nomes de alguns residentes locais. Uma legenda numerada identifica unidades militares, prédios públicos e outros pontos de interesse. O mapa está orientado com o norte para a esquerda. O relevo é representado por hachuras. A escala é dada em toises, uma antiga unidade de medida francesa equivalente a 1,95 metros. Yorktown foi o último grande campo de batalha da Guerra Revolucionária, que cessou com a rendição do exército britânico, sob comando do lorde Cornwallis, às forças conjuntas francesas e americanas. Isso culminou com o Tratado de Paris de 1783 e o reconhecimento da independência americana pelos britânicos. O mapa faz parte da Coleção de Rochambeau na Biblioteca do Congresso, com 40 mapas manuscritos, 26 mapas impressos e um atlas manuscrito que pertenceram a Jean-Baptiste-Donatien de Vimeur, conde de Rochambeau (de 1725 a 1807), comandante-em-chefe do exército expedicionário francês (de 1780 a 1782) durante a Revolução Americana. Alguns mapas foram usados por Rochambeau durante a guerra. Datados de 1717 a 1795, eles abrangem grande parte do leste da América do Norte, indo de Nova Terra e Labrador, ao norte, até o Haiti, ao sul. A coleção inclui mapas de cidades, mapas de batalhas e campanhas militares da Guerra Revolucionária, e os primeiros mapas estaduais da década de 1790.

Última Atualização: 28 de julho de 2017