Ariana Antiqua: Relato Descritivo de Antiguidades e Moedas do Afeganistão

Descrição

Ariana Antiqua é um importante tratamento acadêmico arcaico de moedas antigas e outras antiguidades descobertas no Afeganistão e em regiões adjacentes do atual Paquistão. Grande parte da obra é voltada para as descobertas de Charles Masson (de 1800 a 1853), um viajante e explorador britânico que na década de 1830, trabalhando nas proximidades de Cabul e Peshawar, acumulou uma coleção de mais de 80.000 moedas de ouro, prata e bronze enquanto trabalhava para a Companhia das Índias Orientais. O livro foi compilado e teve a maior parte escrita por H. H. Wilson, professor de sânscrito em Oxford. O capítulo um apresenta um relato de uma pesquisa numismática e antiquária no Afeganistão conduzida até o final da década de 1830. O capítulo dois é uma narrativa de Masson sobre seu estudo de topes (monumentos em forma de cúpula usados por budistas ou janaístas como relicários ou santuários comemorativos, mais conhecidos como estupas), e de monumentos sepulcrais no Afeganistão. O capítulo três é um estudo de referências a “Ariana”, o nome que antigos autores gregos, como Eratóstenes e Estrabão, deram ao Afeganistão. O capítulo quatro aborda todas as dinastias que governaram o Afeganistão depois da morte de Alexandre o Grande em 323 a.C. até a primeira invasão islâmica da Índia no século XII.  O livro contém placas com ilustrações de topes, antiguidades, moedas e uma reconstrução do alfabeto ariano, bem como um enorme mapa desdobrável identificado como “Mapa de Ariana Antiqua: Países entre a Pérsia e a Índia conforme Conheciam os Antigos através das Marchas de Alexandre”, com nomes de lugares gregos fornecidos por Wilson.

Data de Criação

Informação da Publicação

Companhia das Índias Orientais, Londres

Idioma

Título no Idioma Original

Ariana Antiqua: A Descriptive Account of the Antiquities and Coins of Afghanistan

Tipo de Item

Descrição Física

452 páginas: ilustrações, mapas; 30 centímetros

Referências

  1. Paul B. Courtright, “Wilson, Horace Hayman (1786–1860),” in Oxford Dictionary of National Biography (Oxford, U.K.: Oxford University Press, 2004).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 30 de setembro de 2016