Mapa das descobertas feitas na costa noroeste da América do Norte

Descrição

Antonio María de Bucareli y Ursúa (1717 a 1779) nasceu em Sevilha, Espanha. Ele serviu como capitão-general de Cuba de 1766 a 1771 e foi vice-rei da Nova Espanha de 1771 a 1779. Reorganizou as unidades militares espanholas na vice-realeza, além de fortalecer e reconstruir fortalezas ao longo da costa do Pacífico e no Golfo do México, com o objetivo de evitar invasões de outras potências. Bucareli desenvolveu grande interesse pelos domínios ao norte da Nova Espanha. Lutou contra as insurreições indígenas e investiu no fortalecimento de fortificações, bem como de colônias espanholas e indígenas. Além disso, enviou expedições para explorar e povoar toda a região costeira da Califórnia e monitorar as incursões russas. Sob o comando de Bucareli, Juan Francisco de la Bodega y Cuadra (1743 a 1794) partiu do México pela costa da Califórnia, explorando e mapeando a área da Baía de São Francisco em 1775. Seguindo mais além ao norte, tomou posse da costa do Alasca para a Espanha, incluindo a Ilha do Príncipe de Gales, local que ainda ostenta o nome do vice-rei Bucareli (Baía de Bucareli, sudeste do Alasca). Após a morte de Juan Pérez, piloto de Bodega y Cuadra, outros membros da tripulação sofreram de escorbuto. Assim, a expedição não pôde mapear as novas regiões exploradas. A Espanha não conseguiu publicar as descobertas em mapas, e não houve reconhecimento internacional do feito. Este mapa em bico de pena mostra as descobertas feitas pelos espanhóis na costa da América do Norte. Trata-se de uma cópia de 1792 de um mapa original da costa do Pacífico, desde as Ilhas Aleutas até Acapulco e, na direção oeste, até as Ilhas Sanduíche (Ilhas do Havaí). O mapa inclui linhas costeiras, colônias, presidios (fortificações) e missões.

Última Atualização: 27 de janeiro de 2016