A tradição de cavalaria dos árabes

Descrição

La tradition chevaleresque des Arabes (A tradição de cavalaria dos árabes) é uma obra do escritor e político egípcio Boutros Ghali Wacyf (de 1878 a 1958), que tenta fazer uma ligação entre a tradição de cavalaria europeia da Idade Média e os modos e costumes dos árabes. O autor considera várias características importantes da cavalaria, como história moral e ancestral; respeito às mulheres, cavalos e armas; e, acima de tudo, honra, que ele considera comum para os árabes e para a Europa medieval. “Se a Arábia guardou a planta e a flor da Honra como propriedade particular”, escreve ele, “a França embebedou-se de seu perfume, espalhando-o por toda humanidade”. Ghali, um cristão ortodoxo copta, fazia parte da elite cosmopolita francófona do Egito. De meados do século XIX até meados do século XX, os laços culturais entre Egito e França estavam particularmente próximos, com escolas, jornais, análises literárias, associações, revistas, teatro, palestras e programas de rádio franceses formando parte integrante da vida cultural no Cairo e em Alexandria. Como muitos de sua classe, Ghali foi educado e participou deste ambiente francófono. Ainda em 1952, existiam quatro jornais diários franceses e 36 periódicos no Cairo, enquanto Alexandria ostentava cinco jornais e 26 revistas. Ghali foi um dos estadistas mais velhos dos intelectuais francófilos no Egito. Apesar de seus laços com o partido nacionalista egípcio, o Wafd (sendo ministro das Relações Exteriores em quatro gestões desse partido), Ghali era um produto inteiramente da cultura francesa. Ele viveu na França por longos períodos, se casou com uma francesa e este livro foi publicado em Paris. Seus escritos críticos foram muito influenciados pela erudição orientalista e pela crítica literária francesa dominante da sua época. Para Ghali, cavalaria representava a manifestação do que havia de melhor na civilização francesa. Ele chama isso de “a semente divina de nobreza moral implantada no fundo de nossos corações”, compartilhada de diferentes formas em outras nações e culturas, incluindo o mundo árabe.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Plon-Nourrit, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

La tradition chevaleresque des Arabes

Tipo de Item

Descrição Física

300 páginas; 19 centímetros

Referências

  1. “Ghali, Wasif Butrus,” in Arthur Goldschmidt, Jr, Biographical Dictionary of Modern Egypt (Boulder: Lynne Rienner, 2000).
  2. Jean-Jacques Luthi, Cinqante ans de littérature égyptienne d’expression francais, 1934–1984 (Alexandria: L’Atelier, 1985).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de setembro de 2015