Relato de viagem de Ahmad ibn Muhammad ibn Nasir al-Darʻi

Descrição

Ahmad ibn Muhammad ibn Nasir al-Darʻi (de 1647 a 1717), foi um erudito, viajante e colecionador de livros marroquino. Seu Riḥlah (Relato de viagem) descreve sua peregrinação a Meca e as diversas paradas que realizou ao longo do caminho. Num estilo narrativo direto, ele detalha seu percurso de ida e volta de Marrocos, ao longo da costa do Mediterrâneo, a Hejaz. Ele também descreve os lugares que visitou e os estudiosos que encontrou. As descrições de pequenas cidades incluem temas como a adequação de seus suprimentos de água e provisões e seus recursos agrícolas. Para cidades maiores, como Trípoli, na Líbia, e as cidades egípcias de Alexandria e Cairo, ele apresenta longas digressões históricas. Em relação a Trípoli, por exemplo, Ahmad aborda o período histórico que vai da conquista islâmica até as guerras navais contra potências europeias no século XVII. Ele conta a história da conquista islâmica do Egito e enumera as “maravilhas de Alexandria” no século VII. Meca e Medina, cidades de Hejaz, são descritas em detalhes no segundo volume, com uma cobertura extensa de localidades associadas com a vida do profeta Maomé. Ao longo da jornada ele narra encontros com estudiosos e cita sua poesia religiosa. Na ocasião, ele conta aos seus colegas eruditos sobre a sabedoria de seu pai, Muhammad ibn Nasir (de 1603 a 1674), fundador da tariqah (uma fraternidade sufi) de Nassíria. O próprio Ahmad ibn Muhammad espalhou incansavelmente a ordem em Marrocos e em países estrangeiros de sua base em Tamegroute, cidade que ainda atrai visitantes para sua mesquita e sua biblioteca de manuscritos. A família produziu influentes estudiosos e comerciantes. Diante da importância da família na vida comercial da região, não é de se estranhar que o autor demonstre atenção minuciosa às diferenças nas taxas de câmbio em várias cidades e comente sobre a integridade dos cambistas. O nome do autor aparece de várias formas em relatos históricos e bibliografias. Nesta obra, ele é chamado de Abu Abbas Ahmad ibn Abu ʻAbdallah Muhammad ibn Nasir al-Darʻi al-Zinbi al-Ja’fi [sic]. Esta edição do Rihlah contém dois volumes encadernados como se fossem um, e foi publicada em 1902 em Fez, Marrocos, na editora dos proeminentes irmãos Azraq. O texto impresso, que data de 1902 e está em escrita maghribi, é baseado num manuscrito copiado por um Abu Salim Qufi em 1715.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Irmãos Azraq, Fez, Marrocos

Idioma

Título no Idioma Original

الرحلة الناصرية

Tipo de Item

Descrição Física

2 volumes em 1 livro; 22 centímetros

Referências

  1. Abdulrazak, Fawzi.  The Kingdom of the Book: The History of Printing as an Agent of Change in Morocco Between 1865 and 1912 (Ph.D. dissertation, Boston University, 1989).
  2. Gutelius, David. “Sufi Networks and the Social Contexts for Scholarship in Morocco and the Northern Sahara, 1660–1830,” in Scott Reese, editor, The Transmission of Learning in Islamic Africa (Leiden, Brill, 2004).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 22 de setembro de 2015