Livro de Regras para Padrões de Medição

Descrição

Niẓāmnāmah-ʼi miqyāsāt (Livro de Regras para Padrões de Medição) trata da padronização de sistemas de medição referentes ao comprimento, ao peso e à moeda. A obra foi publicada no Afeganistão durante o reinado de Amanullah Khan (de 1919 a 1929), em cujo governo o Afeganistão conquistou sua plena independência da Grã-Bretanha. O livro fornece nomes para subdivisões e múltiplos das unidades de comprimento e peso do sistema métrico (ou seja, o metro e o grama), mas não dá informações sobre a conversão dessas novas unidades para as unidades de medida tradicionais, como o dharʻ, de comprimento, e o mithqal, de peso. A introdução dos novos padrões, por sua vez, tomou como base protótipos oficiais enviados a vários locais no Afeganistão e usados como pontos de referência. Em relação à moeda, porém, o livro apresenta taxas de conversão para a nova unidade monetária, o afegane, uma moeda de prata pesando dez gramas que substituiu a rupia afegã (a uma cotação de 11 rupias afegãs para 10 afeganes). Também aparecem na lista duas moedas de ouro, o amani e o meio amani, nomeados em homenagem ao governante afegão, valendo 20 afeganes e 10 afeganes, respectivamente. A obra inclui um calendário de implementação, exigindo que o projeto de conversão seja concluído até a primavera de 1929, e adverte que as sanções não especificadas serão impostas àqueles que não realizarem a conversão para o novo sistema. Em março de 1926 a gráfica Rafiq em Cabul publicou 50 cópias da obra. Não se sabe quem é o autor, mas o livro está carimbado com o selo oficial de Amanullah Khan. Niẓāmnāmah-i albisah-i ʼaskarīyah (Livro de Regulamento do Uniforme Militar), uma obra um pouco mais antiga sobre regulamentos de uniformes militares durante o reinado de Amanullah Khan, parece demonstrar uma preocupação semelhante em torno da padronização como peça-chave para o progresso.

Última Atualização: 30 de setembro de 2016