Guia para o movimento de tropas: seis juan. Topografia e mapeamento dos movimentos das tropas: dez juan. Um juan preliminar

Descrição

Esta cópia contém duas obras: Xing jun zhi yao (Guia para o movimento de tropas) e Xing jun ce hui (Topografia e mapeamento dos movimentos das tropas). A primeira obra tem seis juan. No cabeçalho do juan um estão o título e os nomes das pessoas responsáveis pela obra: “Xing jun zhi yao, compilado por Hami da Inglaterra; traduzido oralmente por Jin Kaili [Carl Traugott Kreyer, de 1839 a 1914]; gravado por Zhao Yuanyi (de 1840 a 1902) de Xinyang”. O título composto de quatro caracteres, Xing jun zhi yao, em escrita padrão, também aparece na página de rosto. No verso da página de rosto há uma etiqueta que diz: “impresso no ano de Xinchou do reinado de Guangxu pelo Departamento de Produção de Máquinas de Xangai”. O Departamento Geral de Produção de Máquinas de Jiangnan, também conhecido como Departamento de Produção de Máquinas de Jiangnan, Departamento Geral de Produção de Máquinas de Jiangnan, Departamento de Produção de Máquinas de Xangai ou Arsenal de Xangai, foi estabelecido durante o Movimento de Autofortalecimento dos Qing, além de ser o mais importante arsenal chinês no final da dinastia Qing. O ano de Xinchou foi o 27º ano do reinado de Guangxu (1901). No final de cada juan há o nome do ilustrador, Cao Zhongxiu de Xangai. Aqui apresentamos a segunda edição, onde no início aparece seu prefácio datado de maio de 1869 e adicionado por Hami, um tenente do exército britânico, e no final da obra o posfácio original. Cada juan contém textos e ilustrações. No final estão inclusos 18 mapas dobrados e formações de batalha, não apresentados aqui. Após a primeira edição desta obra, a Guerra Austro-Prussiana de 1866 eclodiu, passando-se a usar novas táticas militares. Nesta segunda edição revisada, o jie cinco do juan seis foi reescrito para refletir a evolução da recente guerra. A obra contém explicações detalhadas sobre o transporte de tropas e materiais por rodovias, os movimentos das tropas e os telégrafos. Uma nova seção sobre retrocargas foi adicionada. A obra também discute como maximizar a força em questões militares e ao mesmo tempo minimizar os custos. No cabeçalho do juan um da segunda obra, o título e as pessoas responsáveis estão listados: “Xing jun ce hui, compilado por Lianti [Auguste Frédéric Lendy]; traduzido oralmente por Fu Lanya [John Fryer]; gravado por Zhao Yuanyi de Xinyang”. A obra possui 24 juan em dez volumes. A página de rosto tem o título composto de quatro caracteres: Xing jun ce hui, em escrita regular. No verso da página de rosto há uma inscrição que diz: “impresso pelo Departamento de Produção de Máquinas de Jiangnan”. No final de cada juan uma inscrição fornece o nome do ilustrador, Zhao Hong de Yanghu, e do editor, Shen Shanzheng de Tong Xiang. Esta obra contém seções sobre definições (dez entradas), métodos de desenhar imagens de tropas em movimento, triângulos terrestres, métodos de levantamento topográfico, uso de bússolas para encontrar a direção, métodos de prancheta topográfica, uso do sextante, formas de medir altura, topografia de locais, esboços de tropas em movimento e um método simples para medir grandes superfícies. Ilustrações de métodos para realizar o levantamento topográfico e medir os movimentos de tropas estão anexadas no final. Aqui apresentamos o prefácio, o índice e os juan de um a três.

Última Atualização: 8 de janeiro de 2018