Segundo Congresso Nacional e Convenção de 100 casamentos da Juventude Operária Católica, Montreal, 1939

Descrição

A Jeunesse ouvrière catholique (Juventude Operária Católica) em Quebec produziu este filme mudo em 1939, que retrata a Congrès des cent mariages (Convenção de 100 casamentos), na ocasião do seu Segundo Congresso Nacional. O filme está no Fonds d’archives de la Jeunesse ouvrière catholique (Arquivo da Juventude Operária Católica) na Biblioteca Nacional e Arquivos de Quebec. O grupo canadense foi moldado em homenagem a “Jeunesse ouvrière chrétienne”, (JOC, Juventude Operária Cristã), um movimento católico romano liderado por Joseph Cardijn (de 1882 a 1967), um cardeal belga que fundou o movimento em 1912. O Jeunesse ouvrière chrétienne ganhou o apoio dos bispos belgas e do Papa Pio XI em 1925, e evoluiu para um movimento católico global. No Canadá, propagou-se em 1931 com o nome “Jeunesse ouvrière catholique”. O grupo ganhou popularidade em Quebec durante a Grande Depressão, quando Georges Gauthier (de 1871 a 1940), arcebispo de Montreal, e o padre Henri Roy, um oblato, lançaram uma iniciativa para estudar e combater problemas sociais enfrentados pela juventude da classe trabalhadora. Em Quebec, o Jeunesse ouvrière catholique teve como objetivo alcançar os jovens cada vez mais desanimados por causa das condições da industrialização e da crise econômica. Como um espaço de engajamento social dentro da Igreja Católica, a JOC, ou jocistas, representou uma corrente de independência liberal entre as congregações católicas. O movimento também representou um dos primeiros exemplos de “juventude” vistos como um grupo social separado com identidade própria. Liderados pelos próprios jovens, a Jeunesse ouvrière catholique estabeleceu 172 seções locais e atraiu mais de 6.000 membros. Entre 1935 e 1939, o jornal da JOC, Jeunesse ouvrière (Juventude Operária), imprimiu 20.000 exemplares por semana. O grupo manteve seu foco na taxa decrescente de casamentos associada à Grande Depressão. Em 23 de julho de 1939, a Jeunesse ouvrière catholique celebrou 106 casamentos ao ar livre, no estádio Delorimier, em Montreal. Esse evento exigiu meses de preparação. O grupo ofereceu aos casais participantes um anel de ouro por cônjuge e pagou as festas de casamento para 25 convidados por casal. O evento foi planejado para acontecer na Basílica de Notre Dame, mas o local foi alterado para o estádio Delorimier a fim de acomodar os 25 mil participantes. Duas semanas após o evento, a Segunda Guerra Mundial estourou e depois disso a influência da JOC diminuiu gradualmente. Metade dos membros da associação foi para a guerra, e a prosperidade que se seguiu acabou com o interesse dos jovens na JOC. No entanto, da cerimônia e dos estudos de Gauthier e Roy surgiram os Cours de préparation au mariage (Cursos de preparação para o casamento), que mais tarde se espalharam pelo mundo.

Última Atualização: 19 de junho de 2017