Índio canadense

Descrição

Este desenho colorido à mão retrata um índio canadense, provavelmente um nipissing, que fazia parte de uma comunidade assentada em Île aux Tourtes, perto de Montreal. Um manuscrito explicativo num fólio separado afirma: “esses nativos, bons guerreiros, costumavam viver ao longo de um lago canadense nomeado em sua memória, e foram atraídos para a colônia em 1704 a fim de torná-la sua casa. Atualmente vivem em Île aux Tourtes, ao sudoeste da ilha de Montreal no rio São Lourenço. A ideia era fazer com que vivessem na entrada da colônia para servirem de escudo contra os iroqueses e outros índios que vivem mais para o interior. Sua ajuda teria sido considerável se tivessem permanecido neste local, mas é muito difícil realocar uma nação inteira, mesmo que seja formada por apenas 300 guerreiros. Alguns voltaram para o lugar de onde saíram, o que só resultou na dispersão da tribo, sobrando apenas 60 ou 80 guerreiros agora”. Índios “assentados” na Nova França eram pessoas que viviam em aldeias cristianizadas no vale de São Lourenço perto das colônias francesas de Quebec, Trois-Rivières e Montreal. Entre elas havia membros das tribos Huron, Algonquin, Abenaki, Iroquois, Nipissing, entre outras. Os índios nipissing eram um povo algonquino, encontrados pela primeira vez pelos franceses em 1613.

Última Atualização: 8 de janeiro de 2018