Partida para as ilhas

Descrição

Quando o Canadá, também chamado de Nova França, tornou-se uma província real em 1663, havia pelo menos seis colonos em idade núbil para cada mulher nascida na Europa. Buscando reduzir este desequilíbrio e garantir o assentamento da colônia, o rei Luís XIV custeou a passagem para a Nova França de quase 770 jovens mulheres entre 1663 e 1673. Quando as finanças permitiam, ele concedia a cada uma um dote de 50 livres, a fim de facilitar seu casamento e estabelecimento. Contrariando a história persistente, essas meninas não eram prostitutas, mas em sua maioria órfãs que cresceram no Hospital Geral de Paris. Poucos meses após sua chegada, cada uma se casava com um dos muitos pretendentes da colônia. No início da década de 1680, Luís XIV tentou concluir esta política de “feminização” oferecendo o “Presente do Rei”, um dote de 50 livres para cada colono permanente se casar com pretendentes da própria colônia. Em Louisiana, na época da Compagnie d’Occident (Companhia do Ocidente), houve também um apelo às filles du Roi, ou filles à la cassette (Filhas do rei, ou meninas da caixinha), como eram conhecidas por lá; 120 voluntárias foram então levadas para Louisiana em 1719-1720. Além disso, no início do século XVIII, cerca de 200 prostitutas (também chamadas femmes de mauvaise vie, ou mulheres de reputação duvidosa), foram enviadas para a colônia do Mississippi, como resultado de a Regência proibir a prostituição. A maioria delas havia sido presa no Salpêtrière (um antigo arsenal reformado por Luís XIV para abrigar os pobres), por mendigar, vadiar, prostituir-se e cometer outros crimes. Uma dessas mulheres, Marie-Anne Lescaut, foi a inspiração para a heroína do romance Manon Lescaut, de Abbé Prévost. Esta impressão, intitulada “Départ pour les îles”, descreve a deportação de prostitutas para a América, satirizada nas imagens e no verso acompanhante. A obra foi gravada por Pierre Dupin (de 1690 a 1751) à maneira do artista Antoine Watteau.

Data de Criação

Data do Assunto

Informação da Publicação

Margueritte Chéreau, Paris

Idioma

Título no Idioma Original

Départ pour les îles

Tipo de Item

Descrição Física

1 gravura; 27,9 x 36 centímetros

Referências

  1. Peter Gagné, King’s Daughters and Founding Mothers: The Filles du Roi, 1663–1673 (Orange Park, Florida: Quintin Publications, 2001–8).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 8 de janeiro de 2018