Mapa de Louisiana, vista de Nova Orleans

Descrição

O engenheiro real francês, de Beauvilliers, desenhou este mapa de 1720 de toda a rede hidrográfica do rio Mississippi, do interior de Illinois até Nova Orleans e Golfo do México, e as regiões a oeste do Mississippi, que se estendem até a atual área do Texas e no Novo México. O mapa foi feito em Paris, com base no diário de Jean-Baptiste Bénard de la Harpe (de 1683 a 1765), “comandante no rio Vermelho”. De la Harpe foi um oficial, comerciante e explorador francês que explorou muito as atuais regiões do Texas, Arkansas e Oklahoma. Ele partiu de sua terra natal, Saint Malo, para Nova Orleans em abril 1718, sendo enviado pelo governador da Louisiana para estabelecer um posto comercial e explorar as extensões superiores do rio Vermelho. Ele seguiu o rio a montante, tornando-se o primeiro explorador europeu a entrar no atual estado de Oklahoma. De la Harpe encontrou índios de várias tribos, incluindo Wichita, Osage e Apache. Retornou a Nova Orleans em janeiro de 1720, e de lá voltou para a França, onde circulou um relato detalhado de suas viagens. O mapa mostra a rota de de La Harpe, rios, aldeias indígenas com o número de habitantes, missões espanholas e locais onde boeuf sauvages (bisão) eram abundantes. Um mapa adicional no canto superior esquerdo mostra o rio Mississippi e sua entrada no golfo. Uma inserção dentro do mapa adicional mostra uma ilustração da cidade de Nova Orleans.

Última Atualização: 19 de outubro de 2015