Uma epístola sobre colite

Descrição

Abu ʻAli al-Husayn Ibn Sina nasceu em Bucara (atual Uzbequistão) em 980 e faleceu em Hamadan (atual Irã) em 1037. Um dos notáveis intelectuais do mundo medieval, conhecido no Ocidente latino como Avicena, este polímata persa era frequentemente referido por autores muçulmanos como al-Shaykh al-Raʼīs (o proeminente estudioso), reconhecimento de seu status como um dos sábios mais importantes do mundo islâmico. Prolífico autor, Ibn Sina escreveu sobre tópicos bem diversos, como metafísica, teologia, medicina, psicologia, geociências, física, astronomia, astrologia e química. Na Europa sua fama se dá principalmente por esta obra, al-Qānūn fī al-ṭibb (O cânone da medicina), traduzida para o latim por Gerard de Cremona, no século XII e que continuou fazendo parte do currículo padrão dos estudantes de medicina até o final do século XVII. Foi por causa da reputação desta obra, bem como de outras duas também da autoria de Ibn Sina e traduzidas para o latim, al-Adwiya al-qalbīya (Medicação cardíaca) e al-Urjūza fī al-ṭibb (Manual versificado sobre medicina), que o autor às vezes era no Ocidente latino referido como princeps medicorum (príncipe dos médicos). É possível que ele tenha escrito Risālah fī al-Qūlanj (Uma epístola sobre colite) por volta de 1023, enquanto esteve preso no castelo de Fardajan perto de Hamadan. A obra está dividida em três maqalat (ensaios): o primeiro sobre a anatomia das vísceras, o segundo sobre os diferentes tipos de colite, e o terceiro sobre vários tratamentos para essas doenças. Ela é dedicada a um oficial, presumivelmente um dignitário da dinastia buída (de meados do século X a meados do século XI), identificado na introdução como Amir Nusrat al-daula Izz al-mulk. O manuscrito atual, com escrita ta‘liq em tinta preta, foi concluído em Jumada al-akhira de 1063 A.H. (abril-maio de 1653).

Data do Assunto

Idioma

Título no Idioma Original

رسالة في القولنج

Tipo de Item

Descrição Física

22 fólios; 210 x 138 milímetros

Instituição

Referências

  1. A.Z. Iskandar, A Catalogue of Arabic Manuscripts on Medicine and Science in the Wellcome Historical Medical Library (London: Wellcome Historical Medical Library, 1967).

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 27 de novembro de 2015