Matrícula de Huexotzinco

Descrição

Matrícula de Huexotzinco é um censo das aldeias na província de Huexotzinco (também conhecida como Huejotzingo). Este volumoso documento era originalmente composto por mais de 440 fólios, dos quais seis estão perdidos. O censo é dividido em três partes: um texto em espanhol que introduz o censo, o censo pictórico e uma análise em espanhol dos resultados. Cada parte começa com uma página com o glifo do nome da vila, seguido por um registo de todos os homens casados, idosos, viúvas e viúvos, doentes e os que morreram desde o censo anterior. Cada página representa um tecpan (edifício de administração oficial da tribo), e 20 cabeças, às quais foram adicionadas anotações em glifos onomásticos. A cada cinco páginas (ou tecpans), há uma figura representando uma família ou um grupo específicos. O documento também registra as profissões dos indivíduos listados, e o nome das pessoas aparece em espanhol e em náuatle. Um texto em espanhol resume os resultados do censo. A Matrícula é um documento extremamente importante para o estudo do México no início do período colonial. Suas figuras e seus comentários em náuatle e em espanhol têm se mostrado extremamente úteis para decifrar outros documentos pictóricos astecas. O censo também contém informações muito detalhadas sobre economia, organização social, língua, história, povo e arte do México nesse período.

Data de Criação

Data do Assunto

Título no Idioma Original

Matrícula de Huexotzingo

Tipo de Item

Descrição Física

papel europeu; 210 x 310 milímetros

Referências

  1. Carmen Aguilera, “The Matrícula de Huexotzinco: A Pictorial Census from New Spain,” Huntington Library Quarterly 59, no. 4 (1996): 529−41.

Estrutura Internacional para a Interoperabilidade de Imagens (IIIF) Ajuda

Última Atualização: 7 de julho de 2015